Biografia da diva do botox conta tudo sobre o período dourado desse dinossauro musical!

BIOGRAFIA DA DIVA DO BOTOX CONTA TUDO SOBRE O PERÍODO DOURADO DESSE DINOSSAURO MUSICAL!

O autor Josiah Howard foca na década de 1970, quando a cantora foi capa da “Time”, passou por divórcios, casamentos, gravidez, acusação do próprio pai e lançou programa de tevê – tudo sem ser personagem de novela mexicana!

O que você sabe sobre Cher além daquela quantidade nababesca de botox que ela usa no rosto e o visual extravagante de alguém que deveria ter sido a genitora de Lady Gaga? Para a maioria da garotada dessa nova geração, a carnavalesca cantora de “Believe” não passa de um ícone sagrado da música pop, mas com trabalho pouco conhecido no século XXI, provavelmente lembeada como “aquela senhora meio Mortícia que fez ‘Burlesque’ (idem, de Steve Antin, Sony Pictures, 2010) com a Christina Aguilera“. Para essa rapaziada – e para a que já é fã da mãe do autotune – chega agora às livrarias Cher: Strong Enough”uma biografia que foca nos anos dourados de sua carreira, quando apresentava o programa de TV Cher”, um clássico da emissora americana CBS.

Pois é, essa surpreendente estátua de Madame Tussauds que anda e fala já teve até um programa de tevê, meio Xuxameio Chacrinha, onde recebia convidados e cantava com nomes do calibre de David Bowie, Elton John, Tina Turner, Michael Jackson e Ray Charles. Resumindo: a musa jurássica contracenava com todos os tiranossauros rex que abriram espaço para a música pop ser aquilo que é hoje em dia. Ou será mesmo que alguém acredita que o velociraptor Lady Gaga foi o primeiro a usar peruquinha com neon ou Britney Spears a pioneira da voz robótica que estourou nas rádios? Nananinaninha…

Na biografia, o autor Josiah Howard entrevista familiares, colegas de trabalho, amigos e personalidades igualmente botocudas – daquelas cuja vida se encarrega de provar que os efeitos do metacrilato  podem ser muy danosos – para conseguir reunir o máximo de detalhes sobre esse período da diva que, verdade seja dita, equivale ao ano de 2007 para Britney Spears. Em 1975, ela saiu com os peitos à mostra na capa da Time (cadê sua voz agora, Beyoncé?), passou por um casamento, três separações, duas idas ao tribunal (para prestar depoimento sobre um caso de homicídio e se defender de um processo do próprio pai), uma gravidez e um álbum novo (“Stars“). Isso tudo sem raspar a cabeça e ir pra rehab, com muita força na peruca! Para os fãs do estilo extravagante da cantora e atriz vencedora de Oscar, uma coleção de fotos raras e um acervo detalhista da sua coleção de perucas de todas as cores – Katy Perry com certeza vai querer – também integra o livro. Imperdível!

Cher e Michael no programa da cantora, em 1975 (Foto: Divulgação)

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s