A editora nVersos traz mais um livro para os aficcionados por comunicação e cultura, especialmente na análise de obras consagradas. A editora lança no dia 5/02 a obra Machado de Assis: do folhetim ao livro, da doutora Ana Cláudia Suriani da Silva. O livro é uma análise do famoso romance Quincas Borba em dois momentos distintos: no seu primeiro lançamento como fascículos da revista Estação, e na sua publicação como romance posteriormente. A autora analisa, entre outras coisas, o processo criativo de Machado, as diferenças da publicação serializada e o volume completo, como publicar a história numa revista de moda influenciou a obra de Machado, marcando inclusive o estilo de escrita do autor, sua característica ironia e o realismo de sua crítica de costumes. Considerado o segundo e mais importante livro da trilogia realista de Machado, e um ensaio sobre a coisificação do indivíduo, e como o homem é tornado objeto pelo homem, Quincas Borba conta a história de Rubião, jovem ingênuo que é adotado como herdeiro do filósofo Quincas Borba e que, sendo enganado pelo amigo Cristiano e sua esposa Sofia, vive na pele todo o fundamento teórico do Humanitismo, corrente fictícia do filósofo da obra. Usando seu pessimismo e ironia na narrativa, Machado traça, a partir da história de Rubião, uma critica aos costumes e à mentalidade de sua época. E ao vencedor, as batatas!
Ficha Técnica:
Autora: Ana Cláudia Suriani da Silva
Número de Páginas: 288
Estrutura: 14 x 21

machado_baixa

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s