‘Torres em Transe’

A memória e a identidade do município de Torres, no Rio Grande do Sul, são retratadas em Torres em Transe, de Fernanda Carlos Borges, lançamento da nVersos Editora. O livro é um diário escrito pela personagem Maria, que retorna a sua cidade natal movida por uma inquietação que a deixa obcecada pelos seus antepassados. No decorrer da narrativa, o leitor é convidado a compartilhar de memórias, reflexões e transes vividos por ela em sua busca pelo autoconhecimento.

A obra, releitura antropofágica do clássico existencialista A Náusea, de Jean Paul-Sartre, é ricamente ilustrada com colagens do artista plástico Ricardo Castro, que retratam o cenário da história de maneira emblemática e envolvente. Assim, “Torres em Transe” eleva a cidade e o destino da personagem a um estado mítico que, assim como produz a redenção da personagem, produzirá também a redenção do leitor. “É um livro que trata de estados ampliados de consciência, por isso também pode atrair as pessoas que estão em busca do autoconhecimento”, informa a autora.

 

Sobre a autora: Fernanda Carlos Borges é filósofa, professora universitária, atriz, mestre em Ciências da Motricidade, doutora em Comunicação e Semiótica, pós-doutora em Artes e pesquisadora da relação entre corpo, consciência e cultura.

 

Livros publicados:

“A Filosofia do Jeito”, Editora Summus.

“A Mulher do Pai”, Editora Summus.

“Manobras da Existência”, Editora Sinte.

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s